Tudo sobre a prova de vidas INSS

Os cerca de 36 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) precisam preencher o comprovante de vida a cada ano para continuar recebendo os benefícios.

Esse procedimento visa prevenir fraudes e garantir a manutenção do pagamento dos benefícios.

Primeiro, a prova de vida não foi suspensa.

Milhões de segurados obtiveram certificados de vida em 2020 e 2021.

Como funciona a prova de vida INSS?

O que o INSS fez foi iniciar o pagamento em março de 2020, e não impediu o pagamento, suspendeu ou rescindiu os benefícios, o que levaria à regularização dos beneficiários deslocados pelas agências bancárias.

Em outras palavras, mesmo que o beneficiário não forneça um atestado de subsistência, ele não receberá os devidos salários.

O que retorna agora é essa rotina de bloqueio, suspensão e encerramento.

É importante que os segurados que não participaram do teste de vida (realizado uma vez por ano) realizem este procedimento.

Além disso, para facilitar que algumas pessoas possam fazer a prova de vida INSS pelo celular, será necessário baixar o aplicativo Meu INSS e seguir as instruções.

Prova de vida INSS pelo celular

O beneficiário precisa acessar o aplicativo, Meu INSS ou Meu Gov.br, e seguir as instruções.

Após realizar a prova de vida por biometria facial, o segurado pode consultar o resultado pelo mesmo aplicativo ou site.

A prova de vida feita por meio da biometria facial tem validade oficial.

No site do Meu INSS traz mais informações sobre como fazer a prova de vida INSS e além disso conta com o atendimento pela Central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7 horas da manhã às 10 horas da noite.

Alternativas para fazer a prova de vida

Outra maneira de fazer a  prova de vida INSS é dirigindo-se até uma agência do banco em que recebe o benefício no mês em que realizou a última prova de vida no ano anterior.

Por exemplo: quem não fez prova de vida em 07/2020 e deverá fazer até 07/2021 e não fez, deverá fazer até 06/2021.

O beneficiário deverá levar um documento de identidade com foto (CNH, RG ou carteira de trabalho)

Acima de tudo a tecnologia está a seu favor e alguns bancos também permitem que a prova de vida seja feita por meio de biometria, tanto nos caixas eletrônicos, quanto nos aplicativos dos mesmos.

Além da prova de vida INSS feita pelo aplicativo, quem não puder ir ao banco por dificuldades de locomoção ou por motivo de doença pode fazer a prova de vida por meio de um procurador.

No entanto, será preciso que a procuração esteja cadastrada no INSS.

A prova de vida por procuração também é uma alternativa para beneficiários que moram em outros países.

Portanto, a prova de vida INSS é um processo que evita fraudes e pagamentos indevidos dos benefícios oferecidos pelo governo.

E todos que recebem esse benefício devem realizar o procedimento.